Menu

Título

MP-GO pede suspensão de cobranças em cartões de crédito para agência suspeita de golpes

25 JUL 2017
25 de Julho de 2017
Ministério Público do Estado de Goiás (MP-GO) pediu uma liminar na Justiça solicitando a suspensão imediata das futuras cobranças em cartões de crédito de clientes à LonTour, nesta segunda-feira (24), em Goiânia. A solicitação foi feita após a agência de turismo fechar as portas e entrar com pedido de recuperação judicial. O casal dono do negócio é suspeito de dar golpe em centenas de clientes, causando prejuízo de cerca de R$ 5 milhões.
Conforme o MP-GO, o principal objetivo da medida é evitar que as vítimas sejam ainda mais lesadas, pagando parcelas de produtos que não receberão, como explica o promotor Rômulo Correia de Paula.
“Algumas pessoas já têm o prejuízo de não ter viajado e ainda têm parcelas vincendas sendo debitadas. Elas serão beneficiadas e terão seu prejuízo reduzido. É um pedido de liminar e a gente espera que seja rápido”, afirmou em entrevista à TV Anhanguera.
O MP-GO também apura se a empresa usava o nome de outras companhias para conseguir receber as passagens daqueles clientes que faziam pagamentos por meio de cartões de crédito.
O casal dono da agência, Rodrigo Rodrigues e Giovanna Augusta Fernandes, havia dito ainda que enfrentou problemas financeiros. Eles reforçam que estão no mercado de turismo há 13 anos e que nunca tiveram a intenção de aplicar golpes nos clientes. Durante depoimento prestado à Polícia Civil, eles alegaram inexperiência com administração de empresas.
A empresa informou, por meio de nota, que deve marcar reuniões individuais com os clientes que haviam comprado pacotes, mas que ainda não viajaram, para discutir caso a caso.

Fonte: http://g1.globo.com/goias/noticia/cliente-diz-que-teve-valor-cobrado-em-duplicidade-por-agencia-de-turismo-suspeita-de-golpes.ghtml
Voltar


Tenha você também a sua rádio